top of page
  • Foto do escritorAna Franco Toledo

Mais uma marca reconhecida pede recuperação judicial

Recentemente, os brasileiros foram pegos de surpresa com uma infinidade de pedidos judiciais e extrajudiciais, como Casas Bahia, Lojas Americanas e Marisa, dentre outras.



Somado a isso, vimos a rede de Supermercados Dia sair do Brasil. Novamente, problemas econômicos foram a deixa para que a importante marca saísse do país.


Agora a mais recente notícia é que a Casa do Pão de Queijo, tão famosa em aeroportos, ingressou com pedido de recuperação judicial, por conta de dívida de R$ 5 57 milhões de reais. O pedido se refere à holding e todas as suas 28 filiais, ou seja, não tem impacto sobre as 170 franquias da rede, que seguirão operando normalmente.


Do total da dívida da Casa do Pão de Queijo, o maior valor diz respeito àqueles credores que não possuem nenhuma garantia ou direito de preferência nos pagamentos. Além disso, também há uma dívida – menor – estimada em R$ 1,4 milhão com microempresários ou empresas de pequeno porte. Por fim, há dividendos na ordem de R$ 224 mil no âmbito trabalhista.


A partir de agora, com o pedido de recuperação judicial, a operação das lojas seguirá normalmente. Contudo, a empresa optou em ingressar com o pedido, após 19 filiais serem fechadas até aqui, em decorrência da crise financeira. As lojas fechadas ficavam localizadas nos aeroportos de Guarulhos, Brasília, São Gonçalo do Amarante (RN), Fortaleza, Vitória (ES) e Jacarepaguá-RJ, além de lojas em Barueri-SP e São Paulo-SP.


Eu observo isso tudo com preocupação, e ao mesmo tempo com confiança de que é melhor buscar socorro do que deixar o navio naufragar. Com o pedido, o estrago sem dúvida será menor, e a expectativa é que as coisas voltem aos eixos, viabilizando o ressurgimento ainda mais forte dessas tão importantes marcas.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page